International Journal of Advanced Sport Sciences Research

ASSR is an open access journal, aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in Physical education fields. Subject areas include all the current fields of interest represented by the Committees of the Design Scientific Renaissance. ASSR welcomes papers and articles in sport and physical education, fields of ASSR includes but not limited to: sport for all; Exercise physiology; Moths of training and coaching;Sport’s performance and analysis

Read More >


Journal of Advanced Computer Science and Technology Research

JACSTR is an open access journal, aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in computer science and information technology fields.

Read More >


Journal of Advanced Laser and Optics Research

JALOR aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in laser and optics fields. Subject areas include all the current fields of interest represented by the Committees of the Design Scientific Renaissance. JALOR accepts papers and articles in fields, including but not limited to the following: Actuator; Detectors; Ferroelectric And Ferromagnetic Materials; Filters; Holography; Laser Accessories And Optics

Read More >


Journal of Advanced Medical Research

Journal of Advanced Medical Research (JAMR) is an open access journal, provides rapid publication of various articles in the fields of Medical, Dentistry, Pharmacy, Comparative Veterinary and Medical sciences, and related disciplines. JAMR seeks to publish experimental and theoretical research results of outstanding significance in the form of original articles, reviews, case reports, short reports, or letters to the editor.

Read More >


Journal of Advanced Science and Engineering Research

JASER is an open access journal, aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in science and engineering fields. Subject areas include all the current fields of interest represented by the Committees of the Design Scientific Renaissance.

Read More >


Journal of Advanced Social Research

JASR is an open access journal, aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in social fields. JASR welcomes papers and articles in social fields, including but not limited to the following: Accounting; Applied Economics; Business Law; Business Management; Economics; Education Read More >

Journal of Purity, Utility Reaction and Environment

JMMR aims at rapid publication of concise research papers of a broad interest in marketing fields. JMMR welcomes papers and articles in marketing fields, including but not limited to the following: Consumer behavior; CRM; Customer Knowledge Management; Advertising economies; Consumer modeling; Marketing research; Interactive marke

Read More >


Journal of Purity, Utility Reaction and Environment

The Journal of Purity, Utility Reaction & ENVIRONMENT focuses upon six aspects of chemical engineering: chemical reaction engineering, environment chemical engineering, and materials synthesis and processing, catalyst surface reaction, optimization and control.

Read More >

Reader Comments

Re: Remédio Para Aumentar o Desejo Feminino em Farmácia

by Larissa Nakata (2020-04-27)

In response to <h1>Thors Hammer Gel dá certo?</h1>

Para mulheres com baixo desejo sexual, a Food and Drug Administration aprovou um novo medicamento semelhante ao EpiPen que promete aumentar a libido Remédio Para Aumentar o Desejo Feminino em Farmácia .

A AMAG Pharmaceuticals diz que o medicamento, bremelanotide, ajuda mulheres com transtorno do desejo hipossexual, ou HSDD. O FDA tomou a decisão na sexta-feira.

A droga é um pouco semelhante aos medicamentos usados para tratar a disfunção erétil em homens, na medida em que devem ser usados "sob demanda" - quando uma pessoa quer ter intimidade sexual.

Mas é aí que a semelhança para. Os medicamentos para disfunção erétil funcionam aumentando o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais do homem. O bremelanotídeo, por outro lado, trabalha visando a química cerebral de uma mulher.

O FDA aprovou o medicamento Vyleesi para tratar o distúrbio do desejo hipossexual em mulheres.O FDA aprovou o medicamento Vyleesi para tratar o distúrbio do desejo hipossexual em mulheres. AMAG Pharmaceuticals, Inc.
Simplificando, especialistas dizem que mulheres com baixo desejo sexual tendem a ter níveis mais altos de substâncias químicas no cérebro que aumentam a inibição sexual e níveis mais baixos de substâncias químicas que levam à excitação sexual.

Diz-se que o bremelanotídeo trabalha para equilibrar esses níveis químicos. "Trata-se de tentar restaurar esse equilíbrio e incliná-lo na direção da excitação quando a mulher o desejar", disse a Dra. Julie Krop, diretora médica da AMAG Pharmaceuticals.

As mulheres são mais complexas que os homens sexualmente. É hormonal, mas não é apenas hormonal.

Mas alguns especialistas em saúde sexual argumentam que a libido de uma mulher é muito mais do que simples química do cérebro.

"As mulheres são mais complexas que os homens sexualmente. É hormonal, mas não é apenas hormonal", disse Virginia Sadock, professora clínica e diretora de treinamento em sexualidade humana no Departamento de Psiquiatria da NYU Langone.

Mesmo assim, Sadock não está pronto para dispensar totalmente o bremelanotídeo. "É obviamente algo em que as mulheres estão interessadas e vale a pena buscar. Mas é uma droga milagrosa? Improvável", disse Sadock à NBC News.

Medindo o benefício
O medicamento, que será comercializado sob a marca Vyleesi, é um auto-injetor e é administrado como um EpiPen. A injeção é auto-administrada no abdômen ou na coxa pelo menos 45 minutos antes da atividade sexual.

Em estudos financiados pela empresa com mais de 1.200 mulheres identificadas como portadoras de HSDD, cerca de 60% disseram ter se beneficiado do medicamento, em comparação com 35% que receberam um placebo.

Mas medir o "benefício" pode ficar obscuro.

"Quando você olha para coisas como desejo, não há exame de sangue, tomografia computadorizada, nenhuma maneira de medir essas coisas além do que é chamado de resultado relatado pelo paciente", disse Krop. Isso significa perguntar às mulheres como elas estão pensando ou se sentindo, semelhante à maneira como os médicos estudam os medicamentos para depressão ou ansiedade.

Os médicos dizem que é desejável que qualquer medicamento destinado a tratar o baixo desejo sexual tenha benefícios modestos. "As mulheres que entram no meu consultório mantêm um relacionamento de longo prazo. De repente, elas não olham para um desejo tremendo e para fazer sexo todos os dias", disse Sheryl Kingsberg, chefe de medicina comportamental da Universidade. Hospitais Cleveland Medical Center. Kingsberg foi um investigador primário nos estudos de bremelanotide e é consultor pago da empresa farmacêutica.

"Eles querem restaurar o que tinham", Remédio Para Aumentar o Desejo Feminino em Farmácia disse ela.

Os efeitos colaterais foram mínimos, de acordo com a AMAG. Algumas mulheres relataram que a injeção as fez sentir náuseas. Oito por cento dos participantes do estudo desistiram por causa disso.

O medicamento é recomendado apenas para mulheres na pré-menopausa, porque não foi estudado em mulheres na pós-menopausa.

O que é HSDD?
A AMAG diz que uma mulher se qualificaria para o diagnóstico de HSDD se estivesse angustiada por sua persistente falta de desejo por atividade sexual. Ela, junto com um médico, teria que descartar qualquer outra explicação possível para esse baixo desejo sexual, como problemas de relacionamento, estresse, depressão ou fadiga.

"Para essas mulheres terem um bom desejo, e depois perdê-lo, por nenhuma razão situacional, é muito angustiante. E isso tem um impacto em suas vidas muito além do quarto", disse Kingsberg.

Baixa libido é multifatorial.

A AMAG estima que uma em cada dez mulheres tenha HSDD. No entanto, aqueles que tratam os problemas de saúde sexual das mulheres dizem que os números verdadeiros são muito mais baixos.

Recomendado

AS
dicas de Trump para injetar desinfetantes de coronavírus não combinam com a ciência

CORONAVÍRUS
Trump sugere 'injeção' de desinfetante para vencer o coronavírus e 'limpar' os pulmões
"A baixa libido é multifatorial", disse a Dra. Lauren Streicher, diretora médica do Centro de Medicina Sexual e Menopausa do Noroeste da Medicina. Ela entra em um "mergulho profundo" na história pessoal e médica de todas as mulheres que procuram sua ajuda.

"Temos que resolver todas as outras coisas que podem estar contribuindo", disse Streicher, que não estava envolvido no trabalho com o novo medicamento. "Talvez eles tenham um histórico de Remédio Para Aumentar o Desejo Feminino em Farmácia trauma. Talvez estejam usando um antidepressivo que matou seu desejo sexual".

"Francamente, raramente é apenas uma coisa."

Mas Streicher também recebeu com satisfação a possível aprovação do medicamento pela FDA, que ela disse que parece ajudar as mulheres que realmente precisam.

"Não é que o HSDD não seja real. É real. É uma questão do que precipitou o HSDD e quais são todas as nossas opções em termos de fazê-lo desaparecer", disse Streicher.

Relacionado

SAÚDE E BEM ESTAR
Terapeuta sexual compartilha algumas verdades surpreendentes sobre o desejo dos homens
Alguns especialistas comparam o tratamento HSDD ao de depressão ou ansiedade . Alguns pacientes se dão bem com psicoterapia, outros se dão bem com medicamentos, enquanto outros podem precisar de uma abordagem combinada.

O único outro medicamento aprovado pela FDA destinado a tratar o baixo desejo sexual em mulheres é chamado Addyi . Mas Addyi nunca percebeu, principalmente porque vem com um aviso de que as mulheres não devem beber álcool enquanto tomam a pílula, que deve ser tomada diariamente.

Quando Addyi foi iluminada pelo FDA em 2015 , surgiram dois campos distintos: aqueles que insistiam que, porque os homens tinham várias opções de drogas para melhorar sua vida sexual, as mulheres estavam atrasadas e aquelas que questionavam fortemente a existência de HSDD e se a indústria farmacêutica tinha algum negócio envolvendo desejo sexual.

Quatro anos depois, esses campos permanecem, mas parecem ter se encontrado em um meio termo. Geralmente, os especialistas concordam que é perfeitamente normal que a libido flutue ao longo da vida das mulheres e que isso não é necessariamente um problema médico. Eles também admitem que parece haver um pequeno número de mulheres que realmente percebem que sofrem de baixo desejo sexual e precisam de muito mais do que, digamos, aconselhamento para reacender o desejo que antes desfrutavam.

"Existe um coro de mulheres que Remédio Para Aumentar o Desejo Feminino em Farmácia são pessimistas, e acho que isso é um desserviço aos interesses das mulheres", disse Sally Greenberg, diretora executiva da National Consumers League, uma organização sem fins lucrativos que defende as consumidoras.

"Para mim, isso significa que você não está ouvindo mulheres."

SIGA A SAÚDE DA NBC NO TWITTER E NO FACEBOOK